Devido às irregularidades encontradas em alguns hospitais públicos tocantinenses, o Ministério Público Estadual (MPE) averiguou as condições das 19 unidades de saúde do Estado e constatou que os oito Centros de Referência, que deveriam assistir as gestantes, estão encaminhando as pacientes, com risco habitual, ao Hospital e Maternidade Dona Regina (HMDR), que é responsável ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários