Ao apontar que a Prefeitura de Porto Nacional, a 63 km da Capital, possui atualmente 1.152 servidores com contrato temporário, o Ministério Público Estadual (MPE-TO), ingressou uma ação de execução contra o município e contra o prefeito Joaquim Maia Leite Neto, requerendo que seja realizado um concurso público para substituir todos os servidores contratados irregularmente e...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários