A promotora Jacqueline Orofino do Centro de Apoio Operacional da Cidadania, dos Direitos Humanos e da Mulher do Ministério Público Estadual (MPE) frisa que o órgão tem o papel de cumprir todos os dispositivos do Estatuto da Pessoa com Deficiência. Por este motivo, segundo ela, qualquer violação a esses direitos deve ser levada ao MPE para que as devidas providências s...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários