Após pedido da família do advogado José Simone Nastari, que morreu na queda de um ultraleve em 20 de agosto de 2017 na zona rural de Palmas, o piloto da aeronave foi denunciado novamente à Justiça pelo Ministério Público do Estado (MPE-TO). Caso haja pronúncia do pedido da promotoria, Paulo Sérgio de Sousa poderá ser julgado pelo Tribunal do Júri. Conforme a nova...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários