Entre janeiro e setembro deste ano, 241 condutores foram flagrados dirigindo sob o efeito de álcool nas rodovias federais que cortam o Tocantins. O número de casos é 3,87% maior em comparação a todos os meses do ano passado, que teve 232 flagrantes. As informações foram divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta quarta-feira, 9.

A PRF afirma que o cenário é calamitoso e desafia as autoridades a refletir sobre qual é a melhor forma de lidar com o assunto. Conforme a corporação, a conscientização é uma das melhores ferramentas para prevenir essa situação. “É fundamental demonstrar aos condutores que esta postura cultural é indevida e ilícita”, diz.

Sobre as penalidades, a PRF destaca que o condutor flagrado dirigindo sob efeito de álcool é autuado com infração de trânsito gravíssima, e são computados 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além de multa no valor de R$ 2.934,70, suspensão por 12 meses e retenção do veículo.

Em casos mais graves, cuja o percentual de valor alcoólico no organismo é alto, é considerado crime dirigir nessas condições. Conforme a polícia, o condutor além de ser alvo das medidas administrativas, também será preso em flagrante e conduzido para Delegacia de Polícia.

A polícia orienta que mesmo as pessoas que têm consciência dos efeitos do álcool no organismo, muitas vezes cumprem a lei apenas pelo receio de serem alvo das penalidades legais – que são multa e prisão e, por isso, o poder público busca por intensificar ações de fiscalização e tornar a legislação mais rígida, com medidas administrativas e penas mais severas.

 A PRF destaca que o álcool traz algumas alterações no organismo, como comportamento agressivo e tendência à imprudência, de forma paralela, o álcool também proporcionar uma visão turva a quem o ingere, além de problemas de concentração, redução dos reflexos e graves problemas de coordenação, sintomas esses que provocam, de acordo com a PRF, altos índices de acidentes de trânsito, provocando nas lesões, muitas vezes irreparáveis, e até mesmo levando a óbitos

Caso

Na tarde desta terça-feira, 8, um homem acabou preso pela PRF por embriaguez ao volante no km 491.0 da BR-153, em Paraíso do Tocantins, a 63 km de Palmas. Durante fiscalização, a PRF abordou o veículo e identificaram que o condutor apresentava fortes sinais de embriaguez, olhos vermelhos e odor etílico.

À PRF, o suspeito informou ter bebido duas latas de cerveja em Paraíso do Tocantins. Ele fez o teste do bafômetro e a polícia constatou de 0.78 miligramas de álcool em seu organismo. Na ocasião, a polícia verificou que ele estava com habilitação vencida.