Quem precisou de um médico para atendimento ambulatorial, realizar exames complementares médicos eletivos ou fazer cirurgia eletiva em um dos 19 hospitais estaduais, nesta manhã, teve que voltar para trás sem o atendimento, isso porque os cerca de mil médicos que trabalham nesses hospitais suspenderam suas atividades para cobrar melhorias à categoria. Somente os atendime...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários