O médico homeopata José Joel Carneiro entrou em contato com o Jornal do Tocantins para explicar a receita com um remédio prescrito na Central de Flagrantes mostrado em matéria do JTO. O texto mostra que o vereador Moisemar Marinho (PDT), que é policial civil, cumpriu seu plantão na semana passada e, para ajudar os “colegas que estão na linha de frente”, levou o médico com receita e remédios para evitar contaminação do coronavírus.
 
De acordo com Joel Carneiro a visita faz parte de um trabalho de iniciativa dele sem fins lucrativos. “Esse é um trabalho que eu estou fazendo voluntário. Aqui tenho feito trabalho com os mais vulneráveis, abrigos de idosos em Palmas e Porto Nacional, atendi dois abrigos lá, fui em cidades vizinhas, como Dois Irmãos, então é um trabalho voluntário eu que estou bancando”, disse o médico por telefone.
 
Segundo carneiro, o remédio é a cânfora, homeopático e que não serve para curar a Covid-19, e sim, usado para auxiliar na prevenção. “Se tiver a doença, ela dá uma forma mais branda e há casos de pessoas que tiveram contato com casos contaminados e não contraíram”, explica. 
 
Segundo ele, o medicamento foi distribuído em cidades como Itajaí, com 150 mil frascos, tem sido usado em Belo Horizonte e Betim, Minas Gerais, na rede pública, mas sempre para fortalecer a imunidade. No caso da Central de Flagrantes, ele acredita que já havia servidores infectados antes de sua visita. “Quando tem a doença é outro caso”.