A Justiça determinou a interdição parcial da Casa de Prisão Provisória de Araguaína, Norte do Estado, e que a unidade não deve receber nenhum preso além do limite de 140 detidos, que atualmente tem 209 reeducandos. A decisão é do juiz de direito da 2ª Vara Criminal da Comarca do município Antônio Dantas de Oliveira. A determinação atende parte do pedido para interd...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários