O Centro de Atenção Psicossocial (Caps AD II) de Araguaína, Norte do Estado, estaria em funcionamento sem nenhum médico psiquiatra. O local atende pessoas com transtornos psicológicos decorrentes do uso de álcool e drogas.  A 2ª Vara da Fazenda Pública de Araguaína, no último dia 8, determinou prazo de cinco dias para que os gestores prestem as informações. O praz...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários