A Justiça determinou que o Município de Palmas regularize o fornecimento de todos os medicamentos da rede de assistência farmacêutica pelo Sistema único de Saúde (SUS), que estão em falta. A decisão liminar, desta quarta-feira, 30, também deferiu o pedido para manutenção de medicamentos em estoque mínimo de dois meses, inclusive os medicamentos específicos da saúde m...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários