Vinte e cinco empresas de transporte de pessoas devem regularizar a oferta do benefício de transporte a idoso gratuito, conforme decisão liminar da Justiça do Tocantins. A determinação da última terça-feira, 7, ocorreu após o ajuizamento de Ação Civil Pública pelo Núcleo das Minorias e Ações Coletivas  de Araguaína da Defensoria Pública do Estado do Tocantins. Conforme a ACP,...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários