O juiz José Maria de Lima negou ao Expresso Miracema o pedido para autorizar a revisão da tarifa do transporte público de R$ 3,85 para R$ 6,91 em decisão publicada na tarde desta terça-feira, 1º de junho.  A empresa alega um prejuízo de mais de R$ 12,1 milhões apenas entre março e outubro do ano passado e pediu à Justiça autorização para reduzir em 44.88% os ônibus e sua quilometragem a partir do dia 14 de ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários