Dídimo Heleno
 
O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro levou em conta a recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para conceder prisão domiciliar a presos por dívidas alimentícias. Consta nos autos que se trata de um vendedor de automóvel e que, por conta da pandemia do novo coronavírus, viu os seus rendimentos…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários