A senadora Selma Arruda, do PSL, que era juíza linha-dura conhecida como “Moro de saias” teve o seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso no último dia 10, pois houve o entendimento de que ela cometeu caixa dois e abuso de poder econômico por ter realizado gastos eleitorais antes do período permitido, utilizando-se de um contrato de empréstimo.
 

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários