O ministro Celso de Mello, decano na Suprema Corte, concedeu liminar na última segunda-feira para que o sobrinho da primeira mulher do ex-presidente Lula, Taiguara Rodrigues Santos, não fosse obrigado a prestar depoimento na CPI do BNDES. O magistrado disse em sua decisão que a convocação se deu unicamente em razão de uma reportagem que teria revelado que o intimado foi favorecido com…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários