Dídimo Heleno
 
Andrade Neto, desembargador paulista, criticou o juiz Maurício Simões de Almeida Botelho Silva, da comarca de Campinas (SP), que negou um pedido de penhora online durante o trâmite de uma ação de execução de título extrajudicial com fundamento na Lei de Abuso de Autoridade. Ao negar, o magistrado citou o art. 36 da referida…

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários