Dídimo Heleno
 
O ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal, emitiu um voto de quase cinco horas na sessão da última quarta-feira, numa tentativa de explicar liminar que havia concedido em favor do senador Flávio Bolsonaro e que desaguou na suspensão de investigações e compartilhamentos de dados sigilosos por meio do…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários