Um trabalhador foi indenizado pela empresa em que trabalha porque esta não providenciou divisórias no banheiro coletivo, o que é previsto na norma reguladora nº 24 do ministério do Trabalho, que regulamenta as condições sanitárias e de conforto no local de trabalho.
 
O autor da ação alegou que a falta de divisórias entre os chuveiros, além de ofender a…

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários