A Prefeitura de Dianópolisconfirmou na manhã desta quarta-feira, 17, a primeira morte causada pelo coronavírus de paciente do município.
 
O JTo apurou que a vítima é um motorista de transporte alternativo de trabalhadores das lavouras de soja, de 38 anos, diagnosticado no dia 3 de junho. Ele contraiu a doença durante o serviço nos gerais da região produtora de soja.
 
A vítima estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Palmas (HGP) e faleceu no início de quarta, após complicações em seu quadro de saúde. 
 
Segundo a prefeitura, ele apresentou sintomas no último dia 26, recebeu atendimento no Hospital de Referência de Dianópolis (HRD) e foi encaminhado para Porto Nacional no dia 1º, em seguida, removido para a UTI do HGP.
 
Casado, o motorista era gêmeo de outro irmão. Deixa viúva e uma filha. O JTo não conseguiu checar a idade da criança. Todos da família dele fizeram o teste e o resultado deu negativo.
 
A Prefeitura se solidarizou com familiares e amigos da vítima, e informou que seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, não será realizado velório. O corpo será trasladado de Palmas diretamente para o cemitério.