Depois de três semanas de estudos, o Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites da Ufal (Universidade Federal de Alagoas) anunciou nesta quarta-feira (30), que detectou uma grande mancha de óleo, em formato meia lua, no sul da Bahia, que pode ser a origem do óleo que tem atingido praias do Nordeste. A análise foi feita na última segunda-feira (28) p...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários