Um homem está condenado a cinco meses e dez dias de detenção por ter praticado um ato obsceno em lugar público em frente a uma criança de 9 anos. O caso aconteceu em março de 2016 nas dependências do Câmpus de Palmas da Universidade Federal do Tocantins (UFT). A decisão é da juíza Odete Batista Dias Almeida que acatou as acusações do Ministério Público Estadual (MPE-T...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários