Há um ano ocorria a primeira morte oficialmente registrada por Covid-19 no Brasil: a paulistana Rosana Urbano, 57 anos, no Hospital Municipal Doutor Carmino Cariccio (zona leste), em um mundo em que as máscaras ainda não eram tidas como arma para a população contra a doença. A informação do óbito, porém, só foi confirmada oficialmente no fim de junho, em um retrat...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários