Pelo menos 48 funcionários que atuam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), voltada para o tratamento da Covid-19 no Hospital Regional de Porto Nacional, estão com salários atrasados há dois meses. A informação é de uma colaboradora da empresa Innmed Gestão em Saúde, responsável pela administração da UTI. Ela não quis se identificar. Trabalham no local médicos, enferm...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários