Quase seis anos após a assinatura de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado entre o Ministério Público Estadual (MPE), Prefeitura de Palmas e a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), resultado de protestos de entidades preocupadas com a proteção dos animais, muitas das obrigações estipuladas não estão sendo cumpridas, principalmente quando o assunto é a quantidade de...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários