Nesta sexta-feira , 22, durante reunião na sede do Ministério Público Federal (MPF) em Palmas com diversos órgãos para definir o futuro de aproximadamente 50 indígenas venezuelanos da etnia Warao, refugiados na Capital, ficou definido que o grupo será acolhido no Centro Social Carmelita, localizado no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional. Posteriormente, questões s...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários