A família de Sabrina Bittencourt, que coletou denúncias contra o médium João de Deus e criou o movimento Combate ao Abuso no Meio Espiritual (Coame), divulgou neste domingo, 3, que a ativista morreu no sábado, por volta das 21 horas. Um dos grupos de combate a abusos aos quais ela estava ligada afirmou tratar-se de suicídio. Inicialmente, família e grupos f...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários