A Justiça Federal decidiu manter o ex-secretário estadual da Juventude entre 2009 e 2010 Joaquim Parente Júnior preso preventivamente após a audiência de custódia realizada na tarde desta segunda-feira (15/4).  A decisão levou em conta a pendência de um laudo pericial no telefone celular do ex-secretário apreendido mais cedo na fase ostensiva da Operação Krank, s...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários