O ex-prefeito de Oliveira de Fátima, Izidio Januário da Silva, entrou com recurso questionando a Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MPE-TO) que solicitou, e obteve, o bloqueio de seus bens em julho passado. O Tribunal de Justiça (TJ-TO), no entanto, manteve a decisão. A ACP foi baseada em relatórios apresentados pelo Tribunal de Con...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários