O atraso e remarcação de voo levou um passageiro morador de Guaraí, distante 177 km de Palmas, a perder a cerimônia de casamento que ocorreu na Bahia e que ele seria um dos padrinhos. Todo esse contratempo foi parar na Justiça que, na última sexta-feira, 9, condenou a companhia aérea TAM Linhas Aéreas S/A (Latam Airlines Brasil) a indenizar o cliente por danos morais n...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários