O Ministério Público Estadual (MPE) recomendou ao Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) que  suspenda a outorga de Recursos Hídricos e as licenças de operação das Barragens Calumbi I, Calumbi II e Taboca. O pedido expedido nesta quarta-feira, 24, também pede a revisão dos documentos emitidos aos empreendimentos do Projeto de Irrigação do Distrito de Formoso d...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários