O desembargador do Tribunal de Justiça do Tocantins, Moura Filho, decidiu pela manutenção dos serviços da Palmas Estacionamento Rotativo, indeferindo pedido da Prefeitura Municipal pela suspensão da cobrança de vagas na Capital. Conforme o magistrado, a prestação do serviço é um direito da empresa, entendendo que o recurso do Município não contem evidências para fundamentar a...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários