O corpo do mecânico Wanderson Mota, de 32 anos, que morreu no rompimento da barragem de Brumadinho (MG), chegou a sua cidade natal, Filadélfia, distante 479 km e Palmas, no início da noite desta quarta-feira, 30. Mota trabalhava como mecânico da empresa Vale e ficou desaparecido por três dias até que fosse encontrado pelas equipes de resgate após a tragédia, que oc...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários