O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) indeferiu na última quarta-feira o pedido de liminar impetrado pelo desembargador afastado do Tribunal de Justiça (TJ) do Tocantins Bernardino Lima Luz contra a decisão que o condenou à pena de aposentadoria compulsória em outubro do ano passado. O desembargador foi aposentado após uma investigação da Polícia Civil do Toca...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários