Um grupo de candidatos que fizeram as provas do concurso da Polícia Militar do Tocantins (PM-TO), se mobilizou nesta terça-feira, 9, para pedir uma definição sobre o certame realizado em março de 2018, que está parado devido investigações sobre uma tentativa de fraude. O ato acontece em frente ao Palácio do Araguaia, em Palmas. “Estamos mobilizando para mostrar que nã...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários