A campanha para alertar e prevenir a violência contra a mulher, intitulada Violentômetro, da Secretaria de Cidadania e Justiça (Seciju), não teve uma repercussão positiva pela população. E diante dos problemas identificados, o Ministério Público Estadual (MPE-TO) recomendou que a divulgação fosse suspensa, alegando que a mensagem pode “acarretar interpretação dúbia ou...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários