Em nota, a BRK Ambiental, empresa de saneamento no Tocantins, informou que o abastecimento de água em Palmas se encontra em recuperação gradual após a realização de uma manutenção emergencial e algumas quadras da região Norte, localizadas em áreas mais altas da cidade, ainda podem apresentar desabastecimento ou baixa pressão.

“A previsão é que estas quadras tenham o serviço normalizado durante a noite de hoje (Ontem) e a empresa solicita que a população evite desperdícios para que o serviço seja retomado o mais rápido possível”, diz a nota. Ainda segundo a nota, o atendimento à escolas, hospitais, postos de saúde e outros prédios prioritários na área afetada está sendo priorizado com caminhões-pipa.

A BRK Ambiental destacou que caso qualquer morador necessite de qualquer atendimento deve entrar em contato com a concessionária por meio do telefone 0800 6440 195.

Porto Nacional

Sobre Porto Nacional, a empresa destacou que o abastecimento está em recuperação após um vazamento que causou o desabastecimento de diversos bairros por ter sido retirado em uma manutenção emergencial realizada na madrugada de terça-feira.

A empresa enfatizou que todos os bairros localizados na parte mais baixa da cidade já estão com o abastecimento normalizado. Nos bairros Setor das Mansões, Nova Capital, Tropical Palmas, Siqueira Campos, Beira Rio e Estação da Luz, o abastecimento ainda enfrenta oscilações com pressão baixa de água. Já os setores Novo Horizonte e Jardim América, que ficam na parte mais alta, ainda tem pontos com desabastecimento.

Ainda conforme a BRK, equipes da concessionária estiveram no local verificando a causa da demora na normalização. Segundo a empresa, foi informado a todos os moradores cadastrados por meio de envio de SMS além de enviar carros de som aos bairros impactados e manteve avisos atualizados em suas redes sociais.

Sobre Porto Nacional, a BRK também informa que os moradores que tiverem dúvidas ou necessitar do atendimento da empresa pode entrar em contato através do número já citado anteriormente.

Estado

A BRK opera em 47 municípios do Tocantins, 92 ficam sob administração da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS). O Jornal do Tocantins entrou em contato com a pasta para saber sobre a situação dos outros municípios, tendo em vista que houve a falta de água em Divinópolis e Porto Alegre do Tocantins ainda nesta semana, cidades onde a água é fornecida pela ATS, mas até o fechamento dessa edição não recebemos um posicionamento.

Vale destacar que na estiagem do ano passado pelo menos 60 donos de caminhões-pipa que abasteciam mais de 50 cidades que sofreram forte estiagem demoraram quase um ano para receber uma dívida de mais de R$ 4 milhões. O pagamento começou a ser realizado no dia 5 de junho deste ano. A primeira parcela do pagamento estava prevista para 45 dias após a prestação do serviço.

Os pipeiros chegaram a se reunir com representantes do governo para tratar sobre o assunto, mas não conseguiam retorno e acabaram passando por dificuldades.