O presidente Jair Bolsonaro classificou como "completamente equivocada" a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de criminalizar a homofobia no País. Segundo ele, a Corte está "legislando" e a decisão "aprofunda a luta de classes" no Brasil. "Se alguém der uma facada ou tiro em alguém por ser gay, a pena deveria ser agravada", disse o presidente nesta sexta-feira...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários