A juíza da 4ª Vara Cível de Palmas condenou o Banco Santander pela cobrança indevida de um financiamento no valor de R$ 52,8 mil para compra de veículo por uma pessoa morta. Conforme a sentença, o financiamento teria sido contratado em junho de 2011, dois anos após a morte da vítima, o que demonstra fraude no documento. A empresa terá que pagar R$ 5 mil à filha do homem, q...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários