Araguaína registrou mais de 3,4 mil casos confirmados de calazar em animais ao longo de 2019. Ao todo mais de 8,6 mil amostras de sangue de cães foram analisadas de janeiro a dezembro, conforme os dados do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da cidade, a quantidade de confirmações representa 40% do total de suspeitas. Devido aos números, o CCZ intensificou as açõ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários