O avanço do novo coronavírus no município de Araguaçu afetou profissionais de saúde que estão na linha de frente da pandemia no município, segundo comunicado divulgado pelo Município.
 
Não há dados de quantos estão infectados, mas os atendimentos foram reduzidos porque seria um “número significativo”, segundo o comunicado.  De acordo com o texto, o quadro de funcionários está sendo reorganizado pela Secretaria de Saúde.
 
Sem boletim
 
Na segunda-feira, a Secretaria Municipal de Saúde também emitiu nota informado que o Boletim Epidemiológico estava suspenso, por motivos técnicos e seria retomado na terça-feira, o que não ocorreu.
 
O JTO telefonou nos números disponíveis no site da prefeitura e não conseguiu contato. Também tentou falar com o prefeito pelo celular, mas a chamada não se completava. Também enviou email, mas não obteve resposta.
 
Araguaçu tem 167 casos confirmados e 4 óbitos, dois homens e duas mulheres, uma delas a paciente Angelina Macedo de Farias, de 62 anos, no dia 14 de julho, depois de receber alta da UTI do Hospital Regional de Gurupi e ser transferida, de ambulância comum, para o Hospital Estadual de Araguaçu. O caso levou a família a registrar um Boletim de Ocorrência na 91ª Delegacia de Polícia de Araguaçu pedindo apuração policial por homicídio culposo.