O surto da bactéria gran negativo (Acinetobacter baumannii), identificado no Hospital e Maternidade Dona Regina em Palmas em outubro, levou a Secretaria de Saúde a limitar as visitas à Unidade de Terapia Intensiva neonatal. Entretanto, mães e familiares dos bebês internados estão com dificuldade de ver seus filhos recém-nascidos. Diante da situação, a Defensoria Pública d...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários