Após dezenove pessoas serem denunciadas criminalmente no dia 14 de dezembro do ano passado por associação criminosa e participação em fraude no concurso público da Polícia Militar (PM), que ocorreu em março de 2018, o Ministério Público do Estado (MPE-TO) expediu recomendação para que o governador Mauro Carlesse (PHS) e o comandante-geral da PM, Jaizon Veras Barbosa, a...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários