Um jovem de 22 anos, acusado de matar o estudante Raniel Febronio dos Reis, de 17 anos, a tiros em Palmas, vai a júri popular. A defesa do réu afirma que ele não estava na capital no dia do crime e que teria sido levado até uma região de mata por policiais, para ser pressionado.   De acordo com o Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), o crime aconteceu no dia...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários