Ao se aproximar dos 200 dias de pandemia da Covid-19, o Tocantins registra mais de 50 mil recuperados, segundo os dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES). Apesar de divulgar os dados acumulados de infectados e mortes por cidade, a Saúde Estadual não informa em seus boletins epidemiológicos o quantitativo de curados nos municípios. 

Após o Jornal do Tocantins solicitar a SES, no final de setembro a Secretaria enviou uma lista com os números municipais. Até a data desta quarta-feira, 30, eram 51,9 mil curados. Esses dados apontam que somente um município estaria 100% livre da doença. A cidade de Porto Alegre teria quatro infectados e quatro curados. 

Os demais 99,2% ainda tem casos ativos, segundo essa tabela enviada ao JTo pela SES. Além disso, algumas cidades como Tupiratins, São Salvador, Monte do Carmo, Muricilândia, Oliveira de Fátima e Arapoema tem de dois a três infectados ativos ainda. 

Outras cidades não têm dados de recuperados como Itapiratins e Pindorama com registros de 160 e 40 casos diagnosticados até o último dia 30, respectivamente. Algumas cidades ainda como Pium tem somente três curados na lista, sendo que a cidade registra mais de 169 diagnóstico. O mesmo caso é de Nazaré com três recuperados e 201 casos confirmados.

Entretanto, em um dos municípios o dado de curados é maior que o de infectados. Em Aparecida do Rio Negro, o número de curados, conforme o material enviado ao JTO, é de cerca de 70, mas  no Boletim Epidemiológico do último dia 30, são somente 48 confirmados.

Questionada a SES informou que iria “verificar a situação com o município, que é responsável pelo repasse dos dados. No boletim divulgado por Aparecida, constam 74 recuperados, porém até o momento há 48 casos confirmados, conforme dados passados anteriormente pela secretaria municipal de saúde”. 

A SES ainda informou que os dados epidemiológicos são coletados dos sistemas oficiais de notificação do Ministério da Saúde (MS) e no caso dos recuperados são realizados levantamentos nos sistemas oficiais e nos boletins divulgados pelos próprios municípios, já que muitas gestões de saúde demoram a finalizar os casos nos sistemas oficiais.

Municípios

Entre as cidades com mais casos registrados da doença no período grande parte tem algo número de recuperados, com exceção de Palmas que a diferença ainda é de 16 mil acumulados e cerca de 8 mil recuperados. A Capital teria 49% de pessoas livres da doença. 

Em Araguaína, dos mais de 15 mil curados, ao menos 94% já estavam recuperados. Já a terceira cidade com mais registros tem 83% livres da doença, ou seja, Gurupi tem 4,5 mil registros e 2,8 mil curados. 

Também tem altos registros de pessoas já curadas em Gurupi, Colinas do Tocantins e Porto Nacional, além de Formoso do Araguaína, que mostra que aproximadamente 90 infectados ainda estariam ativos dentro do universo de 1,1 mil doentes diagnosticados.