A Sobrasa estima que 94% das informações de incidentes aquáticos no Brasil ainda sejam desconhecidas, ou seja, não são documentadas. Semana passada uma criança de quatro anos morreu afogada no Rio Tocantins, na zona rural de Tupirama, região central do Estado. No último dia 19, uma menina argentina de nove anos morreu em um parque aquático no Paraná após ter os cabe...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar o Jornal do Tocantins

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários