O impacto à população após a interdição da ponte da TO-225 em Porto Nacional, estrutura que liga o município às cidades de Fátima, Brejinho de Nazaré e à BR-153, não atingiu somente quem precisa atravessar o trecho em viagem. Crianças e adolescentes que moram do outro lado da ponte, nos distritos de Nova Pinheirópolis e Escola Brasil, estão impedidos de irem à escola d...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários