Os vetos do prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PSB), às matérias do Plano Municipal de Educação de Palmas (PME), dentre outros assuntos, foram mantidos pelos vereadores do município na manhã de hoje na Câmara de Palmas, por meio de votações secretas. Fruto de polêmica, por se referir à ideologia de gêneros, na Casa de Leis, o veto parcial ao Autógrafo de Lei...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários