O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Gilmar Mendes, afirmou ontem que a corte “não é instrumento para solução de crise política” nem “joguete de ninguém”, ao comentar o julgamento da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer, marcado para o dia 6. Segundo Gilmar, a decisão será “jurídica e judicial”. No Planalto, as declarações do ministro foram recebidas como ...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine o Jornal do Tocantins!
QUERO SER ASSINANTE
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários