Duas ações de investigações judiciais eleitorais (AIJEs) contra o governador do Tocantins Mauro Carlesse (DEM) e o vice, Wanderlei Barbosa (PHS), foram julgadas improcedentes pela Corte do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO) nesta terça-feira, 3. O Ministério Público Federal (MPF) investigou processos que são referentes a denúncias de compra de apoio político; dos ca...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários