Após mandados de busca e apreensão em residências de Araguaína, no Sul do Estado, durante mais um desdobramento da Operação Catarse, duas mulheres suspeitas de serem funcionárias fantasmas afirmaram à Polícia Civil, na última quinta-feira, 14, que recebiam salários do governo do Estado para trabalhar na campanha do atual governador Mauro Carlesse (PHS) e da deputada estadual Valderez Castelo Branco (PP). As informações foram dadas em interrogatório na última quinta-fei...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários